Aplicativos ajudam caminhoneiros

14/09/2016 às 10:26 - Atualizado em 27/09/2016 às 12:01

Apps: Localização rápida de cargas, rastreamento da entrega e mobilidade para acessar.

Saiba um pouco mais sobre alguns aplicativos para conseguir, com agilidade, cargas que estão disponíveis no mercado.

A era da informática, muitos caminhoneiros possuem celulares, tornando fácil e rápido o acesso aos mais variados aplicativos de cargas.O BuscaCargas é um deles. Ele conecta de forma simples e rápida, o caminhoneiro à carga. É um recurso capaz de integrar motoristas e empresas de maneira simples e eficiente. Por ele, o usuário informa a localização do seu veículo e visualiza, gratuitamente, os fretes próximos a ele. O BuscaCargas pode ser acessado através do site ou pelos smartphones baixando o aplicativo no GooglePlay e Apple Store.

Segundo Flávio Lara, coordenador do aplicativo, o embarcador anuncia o frete, no site ou app, para o transportador que tem interesse no frete, faz uma proposta e negocia totalmente online.

Flávio Lara aponta como grandes diferenciais de seu aplicativo a facilidade de uso, agilidade para transportador, economia para o embarcador, localização no mapa, localização rápida de cargas, rastreamento da entrega e mobilidade para acessar.

Os caminhoneiros podem encontrar cargas e realizar propostas de fretes para aumentar os ganhos, acompanhar o status das propostas, posicionar o embarcador sobre o trajeto e status do frete e trocar mensagens de texto com os embarcadores. Por outro lado, as empresas de cargas são organizadas através do sistema, para receberem propostas e conseguirem os melhores preços, aumento da eficiência, rastreamento das cargas e saberem quando elas foram entregues.

A configuração mínima do celular para que o caminhoneiro tenha acesso ao BuscaCarga é o Android: 4.1 ou iOS: 9.0.

O BuscaCargas disponibiliza uma plataforma de negociação, onde oferece filtros de pesquisa para embarcadores para que possam selecionar transportadores que atendam suas necessidades.

Hoje, a empresa disponibiliza a opção de pagamento através do site, onde o embarcador realiza o pagamento para o BuscaCargas, por meio de um boleto referente ao valor negociado no frete e o transportador só recebe o valor quando for confirmada a entrega da mercadoria.

Cargas no Brasil inteiro.

Outra importante empresa é a TruckPad. Segundo Carlos Mira, fundador e CEO da empresa, “o pioneiro no setor é o TruckPad”. O executivo explica que para o caminhoneiro, o aplicativo TruckPad oferece ofertas de cargas, através de uma interface simples e rápida que permite a negociação do frete direto com as empresas. O app ainda disponibiliza uma área de serviços de apoio ao caminhoneiro, trazendo notícias, dicas, carteira eletrônica, protocolo de entrega e chat de mensagens aos amigos do trecho.

Para as empresas, o TruckPad é um site na internet que permite a localização no mapa, em tempo real, dos caminhoneiros disponíveis para transportar as cargas. “O sistema permite a gestão dos fretes contratados com os caminhoneiros, o acesso à ficha dos motoristas, o acompanhamento da viagem até o protocolo de entrega”, explica.

Para Carlos Mira, o TruckPad tem como missão criar soluções para o dia a dia dos caminhoneiros. “Com isto em mente, nossos esforços sempre são direcionados em resolver os principais problemas enfrentados pelos empreendedores das estradas, oferecendo as melhores cargas, com rapidez e evitando deslocamentos desnecessários, aumentando a confiança nas indicações das empresas, acesso ao saldo dos cartões de recebimento, notícias em tempo real, informações com os gastos da viagem, com diesel e pedágio e muito mais”.

A principal vantagem do TruckPad é que ele elimina o atravessador, o que permite a negociação de um frete direto entre os motoristas e as empresas. “Temos casos relatados de motoristas que melhoraram o frete em até 50% do valor quando pegam a cargas através do nosso aplicativo”, diz Mira.

O aplicativo também possui vantagens como permitir que o caminhoneiro execute tarefas rotineiras, como conversar com os amigos da estrada, compartilhar sua localização com o cliente e os familiares. E ainda tem mais: ajuda a enviar o comprovante de entrega da carga para o remetente, informa o saldo dos cartões de recebimento de frete e traz as principais notícias do setor. Em uma área exclusiva de serviços, o aplicativo auxilia os caminhoneiros a localizar oficinas e postos de combustível. Ainda é possível fazer uma avaliação do caminhão, do motorista, além de mostrar ofertas de caminhões novos e usados. Informações sobre a renovação do RNTRC também estão embarcadas no aplicativo.

Para as empresas, a plataforma permite localizar rapidamente e contratar o caminhoneiro mais próximo do local da coleta da carga, trazendo assim, ganhos de performance operacional às companhias contratantes de fretes. O sistema ainda permite a gestão e monitoramento dos motoristas contratados, mostrando-os no mapa, com informações geradas a partir do GPS dos smartphones dos motoristas.

“O requisito mínimo para utilização do aplicativo para a plataforma Android é a versão 2.3,” explica Carlos Mira. Todas as empresas usuárias do TruckPad passam por uma ‘curadoria’ onde é checada a veracidade das informações prestadas pela empresa como CNPJ, endereço, telefone e e-mail. “Entramos em contato com todas as empresas que entram em nosso site e com o responsável pela carga, antes de permitir o acesso ao nosso sistema. Ainda, o TruckPad permite que tanto caminhoneiro, como as empresas avaliem cada operação, ajudando os usuários a terem referências sobre as partes”.

“Conferimos se uma empresa tem CNPJ regularizado, endereço e telefone fixos e que não tenha nenhuma restrição nos órgãos de proteção ao consumidor. Obviamente, isso ainda não garante 100% a segurança do caminhoneiro, mas já é um excelente filtro,” diz Mira.

Ainda, o próprio sistema colaborativo do TruckPad ajuda muito na segurança. Nele, os caminhoneiros são convidados a avaliar as empresas sobre sua credibilidade e pontualidade no pagamento, por exemplo. A mesma coisa acontece com as empresas, que também são convidadas a avaliar os caminhoneiros.

A economia gerada pelo TruckPad é benéfica igualmente para empresas e caminhoneiros. Para as empresas é possível conseguir de forma mais rápida o transporte de uma determinada carga e para os caminhoneiros também, já que cada vez menos rodam vazios. “Como exemplo desse crescimento, registramos mais de 400 mil ofertas de fretes por mês e R$ 1bilhão em frete foi lançado na plataforma em junho/2016”, diz Mira.

O CEO da empresa explica ainda que existe resistência por parte de alguns profissionais. Mas assim como também existe em outros setores, como os taxistas, por exemplo, que resistem em fazer uso de aplicativos como 99Táxi ou Easy Táxi e acabam perdendo espaço com o tempo. “Mas a cada dia percebemos que a confiança aumenta e o uso da tecnologia ganha ainda mais espaço”, comenta.

A negociação do frete é rápida e eficiente.

Outra empresa forte no segmento é a Fretebras. “Em 1998 surgiu a ideia de desenvolver uma plataforma online para divulgação de fretes, veículos, produtos e serviços do setor de transporte rodoviário de cargas. Este projeto ganhou o nome de Fretenet e foi lançado no ano 2000”, explica Ariadne Godinho, diretora Comercial e sócia majoritária da Fretebras. Ela lembra que naquele tempo a internet ainda não possuía grande alcance e o projeto foi interrompido. Em 2006 a ideia foi retomada com novo nome de Fretebras. O crescimento exponencial da internet, mídias sociais, tecnologias e a popularização dos smartphones possibilitaram a consolidação da marca e a difusão dos serviços. “Em 2008 lançamos o site. Em 2013, o aplicativo Fretebras Checkin e, em 2015, o primeiro site do segmento dedicado para celular”, diz Ariadne.

O aplicativo “Fretebras Checkin” está disponível apenas para o sistema operacional Android. Mas os caminhoneiros que possuem celulares com sistema operacional Windows ou iOs podem acessar a versão do site para celular e achar cargas com um clique.

Os embarcadores ou transportadoras que querem divulgar suas cargas se cadastram na Fretebras, mas só são aprovados após uma rigorosa verificação. Com o cadastro ativo as empresas podem anunciar suas cargas e o motorista que tiver interesse em realizar o carregamento entra em contato. A negociação é feita entre as partes, sem envolvimento da Fretebras.

Além disso, o motorista pode posicionar seu veículo pelo aplicativo Fretebras Checkin. Deste modo, além de ele visualizar as cargas ao redor, ele também fica visível para receber ofertas de embarcadores que possuem um carregamento compatível com a sua localização e características do veículo.

Ariadne Godinho aponta dois grandes diferencias: a credibilidade que a empresa possui no mercado e o grande volume de fretes no ar.

“A Fretebras é conhecida pela sua credibilidade devido aos rigorosos processos de admissão de novos embarcadores e transportadoras. Além disso, mantemos uma fiscalização constante para evitar que coloquem cargas repetidas ou com erros de informação. E ao recebermos alguma reclamação, investigamos o caso e tomamos as medidas cabíveis, que pode chegar ao banimento da empresa”, diz.

Segundo Ariadne, a principal vantagem para os caminhoneiros é o aumento do seu campo de visão. “Antigamente, ele tinha acesso apenas às cargas anunciadas no posto onde estava estacionado. Hoje, com a Fretebras, ele consegue ver as cargas no Brasil inteiro. Outra vantagem é que todos os serviços para os caminhoneiros são gratuitos”.

Já as empresas assinantes conseguem visualizar os caminhões disponíveis e compatíveis com o seu carregamento, podendo entrar em contato direto com os motoristas. Deste modo, conseguem agilizar e otimizar o seu embarque. Além disso, os seus fretes, que antes eram conhecidos apenas localmente, ganham destaque ao serem divulgados a nível nacional.

Para o caminhoneiro, o serviço é 100% gratuito. Para as empresas que desejam anunciar cargas o custo é de R$ 78,00 por filial cadastrada.

Temos uma equipe que verifica periodicamente se há algum erro nos fretes anunciados. Além disso, se a empresa não tiver mais o frete (anunciou e esqueceu-se de retirar do site) ela recebe uma advertência. Após um certo número de advertências, é banida do site. Deste modo é garantido que elas cumpram as regras.

“A negociação dos detalhes do carregamento, bem como o pagamento, devem ser acertados entre as partes, pois não interferimos na transação. Mas caso ocorra algum problema, o amigo caminhoneiro pode reclamar através do botão ‘Faça uma reclamação’, presente na página da empresa no aplicativo da Fretebras”, fala Ariadne Godinho. “Ao receber a reclamação, a nossa equipe irá apurar os fatos e tomar as medidas cabíveis, que pode chegar ao banimento da empresa do site, pois não queremos empresas de má fé como assinantes”, disse a executiva.

Grande volume de fretes disponível.

Na Fretebras, o caminhoneiro escolhe por qual meio quer negociar o frete (telefone, nextel, mensagem ou e-mail). Mas a empresa percebe que o número de negociações feitas via WhatsApp vem aumentando a cada dia.

A Up Brasil, especializada em meios eletrônicos de pagamento, foi criada em 2016 a partir da fusão da então Policard ao Grupo Up. Ela oferece soluções em benefícios e logística, além de rede, processamento e canais de conveniência.

O nome do aplicativo de frete que a Up Brasil disponibiliza ao mercado é o Polifrete. “Uma das principais queixas no setor de frete é o desencontro entre motoristas e as transportadoras. Por meio do aplicativo e do site Polifrete, as transportadoras e empresas podem criar um anúncio do seu frete e a nossa plataforma fica encarregada de divulgar aos motoristas”, diz Bruno Gregório, CEO e fundador do Polifrete.

Pesquisa: 80% dos caminhoneiros têm um smartphone.

Para o motorista, basta baixar no celular o aplicativo Polifrete, entrando no Google Play”. Ele receberá em tempo real, os fretes disponíveis na região e negociará direto com o contratante. É possível escolher na lista de fretes o que interessa de acordo com a rota e falar diretamente com a transportadora ou empresa. Além disso, a Up Brasil criou um “robô” que busca frete de acordo com o veículo do motorista. Ao encontrar, o aplicativo dispara um alerta para avisar o motorista.

Bruno Gregório salienta que são quatro grandes diferenciais do app: cadastro (passa por uma análise, garantindo segurança aos anunciantes no momento da contratação), check-in (o motorista tem a opção de fazer check-in que é usado para identificar quando está livre e a sua localização), Carlão Carreto (é o funcionário virtual do motorista. É um robô inteligente que faz a função de procurar o melhor frete de acordo com o veículo do motorista. Quando o caminhoneiro virtual encontra o frete, informa o motorista por meio de uma notificação e pergunta se ele tem interesse) e transparência (base de motoristas é aberta, os anunciantes podem entrar e visualizar nome, telefone, localização e os dados do veículo para agilizar o encontro de um motorista).

 Marcelo Faria promete novidade da ECV.

“Isento de taxas e comissões e presente em todo território nacional, o Polifrete oferece às empresas um cadastro simplificado e a possibilidade de escolha do motorista de sua preferência. Ao motorista o Polifrete é gratuito,” explica Bruno Gregório. O sistema funciona em qualquer aparelho que tenha o sistema operacional Android.

Segundo uma pesquisa, em 2018 serão 238 milhões de smartphones. “Isso é maior que a população do Brasil. Significa que todas as pessoas estarão conectadas por meio de um smartphone. A mudança de cultura dos profissionais de logística será natural e um diferencial competitivo para aqueles que usarem”, diz Bruno Gregório. Em 2014, uma pesquisa feita com 500 motoristas indicou que 80% deles têm um smartphone, isso prova que estão dispostos ao uso de aplicativo.

 texto: Graziela Potenza