Lançamento Shacman

19/06/2016 às 9:29 - Atualizado em 22/06/2016 às 9:52

Durante a Fenatran, a Metroshacman realiza o lançamento oficial da linha de caminhões Shacman para o mercado brasileiro, os modelos TT (cavalos-mecânicos), DT (Dump Truck) e LT (Lorry Truck). São os primeiros caminhões da marca a serem comercializados no Brasil. A partir de 2012, a linha de produtos representará uma nova opção no mercado brasileiro de caminhões pesados. Os veículos Shacman, fabricados pela chinesa Shaanxi Automobile Group e líderes na disputa de mercado em diversos países, chegam para oferecer uma das melhores relações de custo/benefício do setor de transporte rodoviário.

O estande da empresa conta com uma estrutura especial para que os visitantes possam conferir de perto os diferenciais da linha de produtos da Shacman para o Brasil. Durante a Feira, o consumidor pode fazer encomendas do produto e também recebe orientações sobre os pontos de venda que funcionarão a partir de janeiro de 2012 nas principais cidades brasileiras. Segundo o diretor de Vendas da Shacman, João Miguel Capussi, a meta inicial da empresa é consolidar uma rede de concessionárias com aproximadamente 30 casas e comercializar um lote mínimo de mil caminhões até o final de 2012. “Depois, com o crescimento sustentado no volume de vendas e no número de concessionárias, pretendemos, nos próximos três anos, alcançar uma participação superior a 3% do mercado de caminhões”, afirma Capussi.

Os caminhões da marca Shacman possuem uma tradição de décadas no mercado chinês. Contando com o maior parque industrial para veículos comerciais do continente asiático, a fabricante Shaanxi Heavy Duty Automobile CO. Ltd. possui 22 linhas de produção com tecnologia internacional de manufatura, importada dos Estados Unidos e da Europa. O centro de produção da Shacman está localizado em uma área de 5,4 milhões de m2 e conta atualmente com mais de 30 mil colaboradores.

A Shaanxi iniciou suas atividades em 1968 e logo passou a ser um dos principais fornecedores de veículos pesados para o exército chinês. Referência no segmento militar do país mais populoso do planeta, na década de 80 a empresa iniciou a participação no mercado civil. Logo ela passou a oferecer uma ampla gama de veículos comerciais, como cavalos-mecânicos pesados, caminhões médios e leves e ônibus.

O início da produção de veículos comerciais e civis aconteceu praticamente na mesma época em que o governo chinês promoveu a abertura da economia ao capital estrangeiro (1978). Os caminhões Shacman começaram a ser exportados, o que fez com que a produção passasse a ter aumentos expressivos a cada ano, sobretudo na última década. Em 2009 foram 80 mil veículos comercializados. Em 2010, este número subiu para 140 mil unidades. Deste total, 7.000 veículos foram exportados. A projeção para 2011 é de vendas na ordem de 160 mil unidades.

Após 40 anos de história em pesquisa, desenvolvimento e produção de caminhões pesados, o Shaanxi Automobile Group atingiu, nos últimos anos, o padrão internacional de tecnologia e qualidade com o caminhão Shacman F3000 (TT no Brasil). Por isso, o carro-chefe da linha de veículos da Shacman no Brasil é o TT 420 6×4. Trata-se de um caminhão idealizado para tracionar composições duplas, como bitrens.

“Os extrapesados representam um segmento no qual nós estaremos competindo com bastante força”, analisa João Comelli, diretor de Produto da Metroshacman. Entre os cavalos-mecânicos há ainda a opção do TT 385 6×4 e o TT 385 4×2.

Já a linha de caminhões chassi conta com o LT 385 6×4 – “Lorry Truck” (cabina e chassi) e o DT 385 6×4 – “Dump Truck” (basculante). Estes veículos, que também podem ser adquiridos na opção com 420 cv, reúnem condições especiais para uso em empreendimentos de mineração, canavieiros, madeireiros e de construção.

A especificação dos caminhões Shacman para o mercado brasileiro foi definida a partir de componentes desenvolvidos em parceria com fornecedores globais, como motores da Cummins, caixas de transmissão da Fast, com tecnologia Eaton Fuller, eixos e cabine MAN. “Aproximadamente 70% dos componentes do caminhão Shacman já estão sendo comercializados no Brasil por outras marcas e são familiares ao transportador brasileiro”, afirma Comelli.

Os caminhões Shacman chegam ao mercado brasileiro apresentando o mesmo nível de tecnologia e qualidade das marcas já existentes. “No entanto, o grande diferencial da Shacman é que ela oferece as mesmas potências, o mesmo nível de tecnologia e com um preço de aquisição do produto um pouco abaixo daquilo que há no mercado”, acrescenta o diretor de Produto.

Os veículos Shacman também estão alinhados com as diretrizes de proteção ao meio ambiente. Antecipando as novas exigências da legislação, todos os produtos direcionados ao mercado brasileiro são equipados com motor Cummins da família ISM, já adequados em atender a fase P7 (Euro V), estabelecida para janeiro de 2012. Os motores foram certificados e feitos testes de laboratório em Darlington, na Inglaterra, bem como em testes no laboratório da Cummins do Brasil. Todo o processo foi devidamente testemunhado por representantes do Ibama e da Cetesb.