Mercedes-Benz antecipa novidades que serão mostradas na Fenatran

03/08/2017 às 10:59 - Atualizado em 14/08/2017 às 11:08

No mundo da conectividade, a evolução no atendimento ao cliente também é uma constante da Mercedes-Benz.

Na Fenatran 2017, o Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Cargas, a empresa mostrará novidades, entre as quais o Telediagnose uma nova funcionalidade do Fleetboard que identifica falhas durante a operação e aciona gestor da frota para propor solução; a Oficina de Alta Performance (OAP 2.0) que garante mais eficiência nos serviços prestados nos concessionários em menor tempo possível; os Serviços Dedicados que asseguram melhor TCO (custo operacional total) e máxima disponibilidade dos veículos;

e os Kits de peças genuínas por segmento que proporcionam economia de até 15% para o cliente.

Segundo Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Peças & Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil, a cada dia, o nosso desafio é apresentar soluções diferentes e cada vez melhores para os clientes. “Para tanto, queremos sempre estar junto deles, conhecer a realidade de suas operações e necessidades e ouvir o que têm a nos dizer. Isso nos permite desenvolver produtos e serviços cada vez mais eficientes, que tragam economia, redução de custos operacionais e produtividade, com a rentabilidade desejada e a qualidade e a segurança da nossa marca”.

A Mercedes-Benz reservou novidades em peças e serviços para a Fenatran 2017. “Nosso estande demonstrará especialmente a ampla abrangência do portfólio da marca para caminhões”, ressalta Leoncini. “Entre os destaques estão, a nova funcionalidade de Telediagnose do FleetBoard, a Oficina de Alta Performance, os Serviços Dedicados e os kits de peças genuínas por segmento”.

Silvio Renan, diretor de Peças e Serviços ao Cliente da Mercedes-Benz do Brasil acrescenta: “Estamos sempre pensando em oferecer maior disponibilidade do veículo com um atendimento ágil e de qualidade, liberando o veículo o mais rápido possível para sua atividade de transporte. Isso resulta ainda em melhor custo/benefício para o cliente, assegurando a rentabilidade desejada.”