O mal do sedentarismo

14/11/2018 às 4:19 - Atualizado em 21/11/2018 às 10:57

O mal do sendentarismo tem várias consequências. 

A própria profissão de caminhoneiro acaba fazendo com que o motorista se torne sedentário. Você já ouviu falar em pessoa sedentária? É aquela que não pratica atividades físicas ou que gasta poucas calorias por semana com atividades ocupacionais, ou seja se você gastar menos de 2200 calorias por semana você é considerada sedentária. Além disso, essa pessoa que não faz atividades físicas e fica o dia todo sentada.

Segundo o Dr. Alessandre Franco, endocrinologista, sabemos que o caminhoneiro não tem tempo disponível para fazer ginástica, mas simples voltas em torno do caminhão todos os dias lhe ajudaram a movimentar o corpo. “É uma questão de criar hábitos, como escovar os dentes todos os dias”, diz.


O sedentarismo favorece uma série de doenças, além de agravar muitos problemas de saúde. Diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares e até problemas emocionais são uma das muitas doenças que podem surgir ao longo do tempo.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o sedentarismo é considerado uma doença e seus males podem ser comparados aos do tabagismo. Vamos conhecer um pouco sobre essas doenças:

Ansiedade

É um estado psíquico de apreensão ou medo provocado pela antecipação de uma situação desagradável ou perigosa. A palavra “ansiedade” tem origem no latim anxietas, que significa “angústia”, “ansiedade”, de anxius = “perturbado”, “pouco à vontade”, de anguere = “apertar”, “sufocar.

Além de se exercita é necessário mudar sua postura em relação ao problema. Tente informar-se sobre o que está causando a ansiedade.
Respeite suas limitações e, quando for preciso, peça ajuda.

Respire fundo e calmamente. Mantenha pensamentos positivos e evite situações que remetam a pensamentos negativos ou autodestrutivos.


Além disso, valorize e viva o presente. Se a ansiedade é causada pelo passado, nada poderá ser feito para mudá-lo e, se for relacionada ao futuro, poderá te impedir de viver o presente. Identifique o que causa ansiedade ou tristeza e mantenha-os longe. Dedique-se a alguma atividade no tempo presente e mantenha sua mente focada neste objetivo, evite distrações e, principalmente, as situações que podem causar ansiedade.

Diabetes

É uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos, causando um aumento da glicose (açúcar) no sangue. O diabetes acontece porque o pâncreas não é capaz de produzir o hormônio insulina em quantidade suficiente para suprir as necessidades do organismo, ou porque este hormônio não é capaz de agir de maneira adequada (resistência à insulina). A insulina promove a redução da glicemia ao permitir que o açúcar que está presente no sangue possa penetrar dentro das células, para ser utilizado como fonte de energia. Portanto, se houver falta desse hormônio, ou mesmo se ele não agir corretamente, haverá aumento de glicose no sangue e, consequentemente, o diabetes. A pessoa que não controla o diabetes pode ter perda renal, amputação de membros, ficar cego, entre outros.

Hipertensão arterial sistêmica (HAS) ou pressão alta

É uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados da pressão arterial (PA). Considerando-se valores de pressão arterial maiores a 120 / 80mmHg. A pressão alta pode ocasionar infarto, derrame, perda renal, entre outros.

 Obesidade

É o acúmulo de gordura no corpo causado quase sempre por um consumo excessivo de calorias na alimentação, superior ao valor usada pelo organismo para sua manutenção e realização das atividades do dia a dia. Ou seja: a obesidade acontece quando a ingestão alimentar é maior que o gasto energético correspondente. O excesso de gordura pode levar ao desenvolvimento de diabetes tipo 2, doenças do coração, pressão alta, artrite, apnéia e derrame. Por causa do risco envolvido, é bom que você perca peso mesmo que não esteja se sentindo mal agora. É difícil mudar seus hábitos alimentares e fazer exercícios. Mas, se você planejar, pode conseguir.

Osteoporose

Se manifesta como dor nos ossos ou fraturas, geralmente surgem a partir dos 45 anos de idade, sendo mais comum nas mulheres após a menopausa e em homens depois dos 65 anos de idade.


A osteoporose é uma doença que se caracteriza pela diminuição da resistência dos ossos, aumentando o risco de fraturas, principalmente das vértebras, do osso da coxa e do punho, no entanto, pode ocorrer em todas as partes do corpo. Desta forma, alguns sintomas e sinais de osteoporose incluem: Dor nos ossos e articulações; fragilidade óssea, que aumenta o risco de fratura; ocorrência de fraturas, principalmente das vértebras da coluna e fêmur; diminuição da altura em 2 ou 3 centímetros e ombros descaídos em corcunda

Trombose Venosa Profunda (TVP)

Condição conhecida popularmente apenas por trombose, é a formação de um coágulo sanguíneo em uma ou mais veias localizadas da parte inferior do corpo, geralmente nas pernas.