Relembre os cinco caminhoneiros mais famosos da TV

28/06/2017 às 5:06 - Atualizado em 24/07/2017 às 4:45

Profissionais retratam na telinha como é viver sobre rodas

Todos os dias, milhões de caminhoneiros atravessam as estradas do país e ultrapassam os limites das fronteiras para o transporte de carga. São horas e horas na Boleia fazendo daquele ambiente seus verdadeiros e necessários habitats.

Importantes para a economia do país e para garantir o sustento de suas casas, os caminhoneiros passam dias fora delas. Por isso, o respeito e a admiração por essa profissão, no Brasil, tem que ir muito além.

E, como a vida imita a arte e a arte imita a vida, vamos relembramos cinco profissionais das telinhas que retratam o que é conduzir estes gigantes sobre rodas.

Pedro e Bino

Dois dos mais famosos caminhoneiros que o Brasil já teve notícia, Pedro e Bino era a dupla de protagonistas da série “Carga Pesada”, da Rede Globo, interpretados por Antônio Fagundes e Stênio Garcia. A série contava as aventuras da dupla pelas estradas na Boleia de um caminhão e foi exibida originalmente entre 1979 e 1981, mas teve uma continuação de maior sucesso, com os mesmos atores, 22 anos depois, de 2003 até 2007.

Na trama, Pedro e Bino se envolvem em romances, brigas e várias enrascadas com bandidos. O curioso é que na maioria das vezes eles se dão muito bem. E não tem como falar dessa dupla tão carismática sem relembrar o bordão: “É uma cilada, Bino!”, não é?

Jorge, um brasileiro

Jorge é o protagonista de um longa nacional brasileiro baseado no romance “Jorge, um brasileiro”, de Oswaldo França Júnior. Interpretado por Carlos Alberto Riccelli, Jorge faz retrato e crítica à falta de segurança dos caminhoneiros e às condições das rodovias brasileiras.

Na trama, Jorge sai de casa para mais uma viagem após uma briga com sua companheira, Sandra, vivida por Glória Peres. O filme fez muito sucesso na década de 1980, e somou um milhão de expectadores no cinema brasileiro.

Jorge, o motorista sem limites

Parece que Jorge é um bom nome para caminhoneiros, não? Nesse sucesso de 1970, o filme “O motorista sem limites”, interpretado por Teixeirinha, Jorge vive uma aventura intensa e engraçada em seu caminhão.

Na trama, sempre de bem com a vida, Jorge passa a maior parte do tempo cantando e vira herói ao salvar sua namorada e o pai dela de perigosos assaltantes de banco.

João

O ator Jãao Miguel dá vida ao personagem de mesmo nome no filme “À beira do caminho”. Do mesmo diretor de Dois Filhos de Francisco, esse longa conta a história do caminhoneiro que sai da sua cidade natal para cruzar o país.

Na trama, durante uma de suas viagens, ele descobre escondido no seu caminhão o menino Duda, que perdeu sua mãe e está à procura do pai. O caminhoneiro, mesmo relutante, decide levá-lo até a cidade mais próxima, mas acaba criando uma relação de amizade com a criança.

Bônus

Al Capone é um traficante famoso, com nome fácil de ser lembrado. Mas nem sempre foi assim. Antes de ganhar fama com sua quadrilha especializada, o traficante ganhava a vida em uma Boleia de caminhão.

Respeito pela profissão

Citamos alguns caminhoneiros da ficção que fazem um retrato da diversidade dos caminhoneiros pelas estradas afora, mas na vida real, esses profissionais merecem todo o reconhecimento de uma vida dedicada ao trabalho. E a Munckmaq, empresa especializada em soluções de transportes e caminhões munck, aposta neste reconhecimento.