A EVOLUÇÃO EM SINTONIA COM A NATUREZA

13/10/2016 às 2:38 - Atualizado em 24/10/2016 às 12:41

Especial Pneus revista Caminhoneiro

A indústria de pneus está usando as novas tecnologias para agregar não só mais benefícios aos usuários, mas também ao meio ambiente.

As fabricantes de pneus cada vez mais investem em novas tecnologias que ofereçam produtos mais

ecológicos, econômicos e de boa relação custo/benefício. Uma dessas empresas é a Bridgestone. A tecnologia Cooling Fin utilizada por ela para pneus de caminhões e ônibus é recente e exclusiva. “Esta inovação ajuda a reduzir a temperatura do pneu por meio de aletas de refrigeração que reduzem a temperatura do talão em até 5°C. Com isso, aumenta a vida útil do pneu e consequentemente seu índice de recapabilidade.

Ela pode ser encontrada no novo pneu radial Bridgestone 163 urbano”, explica Marcelo Cruz, gerente de Planejamento de Produto. Recentemente, a Bridgestone realizou o lançamento dos pneus M792 e R268 que foram desenvolvidos para o segmento de caminhões e ônibus rodoviários, sendo os primeiros modelos de carga da linha Ecopia. O R268 Ecopia foi projetado para ser usado em eixos direcionais, livres e de tração moderada, enquanto o M792 é ideal para eixos de tração.

“Os dois modelos apresentados chegam ao público oferecendo o equilíbrio perfeito entre segurança, dirigibilidade, durabilidade, quilometragem e economia de combustível, que ajudam a diminuir a produção de emissões de dióxido de carbono (CO2). Ambos estão disponíveis na medida 295/80R22,5”, explica Cruz. 

pneusIII

“A Bridgestone investe constantemente em novas tecnologias, colocando todo o seu conhecimento para desenvolver novos conceitos de pneus que ofereçam sempre cuidados com o meio ambiente, desempenho superior, segurança e economia. Os pneus Ecopia são projetados com alto investimento em tecnologia de materiais que minimizam a resistência ao rolamento e aumentam a eficiência energética sem sacrificar a

durabilidade”, diz Concheta Feliciano, diretora de Marketing da Bridgestone. Segundo Concheta, esses lançamentos são excelentes exemplos de como a Bridgestone continua inovando para atender as necessidades de seus clientes.

“Sabemos que eficiência de combustível e performance são itens importantes para os motoristas na hora da compra e sustentabilidade é fundamental para a sociedade e para o planeta. Por isso, concentramos nossos esforços para desenvolver produtos que ofereçam estes atributos”, finaliza.

 A Goodyear do Brasil sempre focada na melhoria contínua de seus produtos, acaba de lançar o Citymax Plus, novo pneu para uso urbano em ônibus e caminhões com até 8% a mais de quilometragem. Disponível na medida 275/80R22.5, o modelo oferece novo desenho dos sulcos externos, que em conjunto com um composto especial, permite o aumento da quilometragem do pneu em banda original. 

Tecnologia

“O portfólio da Goodyear é constantemente atualizado para proporcionar aos nossos clientes maior economia e durabilidade. O novo pneu Citymax Plus tem embarcadas todas as recentes inovações que desenvolvemos para apoiar os consumidores na obtenção do menor custo por quilômetro em pneus para seus veículos”, afirma Fabio Garcia, gerente de Marketing de Pneus Comerciais da Goodyear Brasil.

 O Citymax Plus conta com quatro cintas estabilizadoras de aço que protegem a carcaça, tornando possível um número maior de recapagens. Além disso, a tecnologia Waffle Blade oferece ligação flexível entre os blocos do pneu, que em conjunto com um composto especial, otimiza sua movimentação e permite que se acomodem de forma eficaz no piso. 

“O Citymax Plus também conta com a opção de chip integrado no pneu, além de sete anos de garantia, dois a mais do que o usual. Com isso, a Goodyear reitera seu compromisso em prover soluções eficientes e de alta confiabilidade para seus clientes”, explica Fabio Garcia.

O Citymax Plus tem desenho de sulco otimizado que proporciona aumento da quilometragem da banda original, raias centrais largas geram menos calor na área dos ombros, tornando possível a rodagem em temperatura mais fria, o que preserva a carcaça e melhora o índice de recapabilidade, quatro cintas estabilizadoras de aço oferecem maior proteção para a carcaça, composto de banda de rodagem especial para uso urbano, mais resistente aos desgastes causados pelo serviço de paradas e arrancadas constantes, mantendo a temperatura do pneu mais baixa e bordas dos blocos serrilhadas aumentam o poder de tração, o que reduz a exigência do motor e colabora com a economia de combustível.

Os pneus Citymax Plus contam com opção de chip RFID (identificação por radiofrequência) integrado, que deve ser usado em conjunto com a solução Control Max, composta por software e ferramentas de última geração, que podem ser totalmente integrados a outros sistemas de controle de frotas. O sistema permite o monitoramento do uso dos pneus dos veículos, emitindo relatórios analíticos fundamentais para

o controle do estoque, montagens, rodízios, reparos e trocas.

O Control Max também possibilita a coleta de dados de pressão de ar e profundidade de sulcos. Outra fabricante que investe pesado em tecnologia é a Continental. Antonio Júnior, especialista Comercial de  Desenvolvimento de Produto da Continental Pneus, explica que pneus de caminhão trabalham com a combinação de compostos químicos com o intuito de proporcionar aumento de quilometragem, juntamente com as tecnologias VAI, Air Keep Inner Liner e Triangle Belt. A Air Keep Inner Liner trata-se de um composto de borracha localizado na parte interna do pneu. Por possuir uma estrutura molecular mais densa, proporciona menor perda de ar e, consequentemente, permite a conservação da pressão a um nível ótimo por um tempo até 50% maior do que as tecnologias convencionais.

 O desenvolvimento desta tecnologia pela Continental surgiu da constatação de que a maioria das frotas tem dificuldades em calibrar a pressão dos pneus semanalmente, frequência essa que é a recomendada pela empresa.

A VAI+ (Indicador Visual de Alinhamento) é um sistema inteligente que monitora e alerta o condutor para eventuais irregularidades na geometria do veículo. Indicadores com sinais de “+” e “-” se encontram nas ranhuras da banda de rodagem. Com o uso, as sinalizações vão “desaparecendo” e alertam para situações como sulco remanescente de 6,5mm, o que representa que o pneu passou da metade da vida útil, e 3,0mm, que é a recomendação para recapagem. A Triangle Belt é um pacote de cintas reforçadas que reduz os esforços nas laterais do pneu, o que contribui para ampliar a sua durabilidade e confere maior precisão à condução, além de prevenir o desgaste irregular. Essa tecnologia também protege a carcaça, aumentando a sua vida útil. Antonio Júnior, explica que os recentes lançamentos da Continental complementam o portfólio com o lançamento da linha ContiHybrid integrada por três modelos: ContiHybrid HD3, ContiHybrid LA3 e ContiHybrid HS3.

“Eles foram desenvolvidos para atender as duras exigências de ônibus e caminhões

que fazem o transporte regional e também de longa distância nas estradas nacionais. Nossa oferta contempla modelos para eixo direcional, tração e trailer, ou seja, é a combinação perfeita para entrega de maior quilometragem com resistência a picotamento sem esquecer da recapabilidade”, explica Antonio Júnior. A Pirelli desenvolveu e patenteou as tecnologias SATT, HETT e HWTT que são exclusividade dos pneus da marca. A SATT (Spiral Advanced Technology for Truck), utiliza cintura metálica em forma espiral e sem emendas, melhora a performance do pneu assegurando maior durabilidade, baixo consumo de combustível com menor resistência ao rolamento e, consequentemente, menor impacto ao meio ambiente.

PNEU_DETALHE

Já a HETT (High Enlongation Technology for Truck) é uma tecnologia exclusiva para o emborrachamento das cinturas metálicas, que confere maior resistência contra impactos, deformações e oxidações, além de conferir maior durabilidade à cintura.

Composto por fios em formato hexagonal, o friso do talão HWTT (Hexagonal Wire Technology for Truck), outra exclusividade da Pirelli, confere menor suscetibilidade a deformações, maior vida útil à carcaça e rapidez tanto na montagem quanto na desmontagem do pneu. 

Ana Pugina, diretora de Marketing para Truck e Agro da Pirelli, salientou a reconstrução Novateck. “Parte do Gerenciamento do Ciclo de Vida Pirelli, o sistema de reforma feito pela fabricante italiana, visa o aumento da valorização da carcaça Pirelli por meio de três elementos chave: qualidade de concepção e produção do pneu, gama otimizada das bandas de rodagem Novateck e rede de reformadoras selecionadas

e credenciadas”.

A Pirelli maximiza o processo da reforma começando pelo projeto da carcaça e pela seleção dos materiais dos pneus novos. Além disso, todas as variáveis que irão impactar no pneu durante toda a sua vida precisam também ser levadas em conta para assegurar a mais alta qualidade

da reforma. Ana Pugina lembra que em agosto deste ano foi lançado o MC:01 Plus. Trata-se de um pneu destinado a eixos direcionais, trativos e livres, para veículos usados no transporte de carga e de passageiros. O pneu foi desenvolvido para superar o cenário de utilização caracterizado pela alta severidade, já que manobras, aceleração e frenagem são muito constantes.

“Com talão 30% mais resistente, o MC:01 Plus é mais durável e entrega maior segurança.

Este resultado é alcançado graças a uma nova geometria do talão e de novos materiais de reforço, ampliando a vida útil da carcaça e o índice de reconstrução que, aliados aos novos compostos empregados na construção do MC:01 Plus, proporcionam menor distância de frenagem mantendo baixa a resistência ao rolamento, o que resulta em maior economia por quilômetro rodado”.

Em abril, a Pirelli lançou os pneus FR:88, destinado a eixos direcionais e livres, e o TR:88, para eixos trativos. Ambos podem ser utilizados na movimentação de carga e são ideais para utilização em estradas asfaltadas, mesmo que estejam mal conservadas e em pisos irregulares. Os elementos de proteção no fundo dos sulcos foram projetados para facilitar a expulsão de pedras, aumentando a durabilidade da carcaça e ampliando o índice de reconstrução. Além disso, o desenho da banda de rodagem facilita o escoamento de água, além de proporcionar maior resistência ao arraste lateral, facilitando manobras em pátios e garagens, por exemplo.

“Os pneus fabricados pela Dunlop para o segmento de transporte de cargas e passageiros têm como objetivos oferecer segurança, rendimento quilométrico, durabilidade da carcaça e boa recapabilidade”, diz Hugo Terazaki, gerente de Serviços Técnicos da Dunlop Pneus. Os produtos são desenvolvidos com a tecnologia DRS (Digital Rolling Simulation), que consiste na utilização de super computadores para dimensionamento do produto e simulação de rodagem dos pneus nas mais diversas condições de uso, otimizando-se ao máximo os rendimento do pneu antes mesmo da fabricação de protótipos (que são exaustivamente testados em laboratório e em campo antes do lançamento). Com isso são desenvolvidos compostos químicos mais adequados, assim como perfis de banda de rodagem mais largos e sulcos detalhadamente determinados para maximizar o rendimento do pneu. Do mesmo modo, são empregados tecnologias próprias para reforçar a carcaça, de forma a assegurar que os produtos sejam utilizados com segurança e com possibilidade de uso por mais de uma vida.

Contando com um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Kobe, no Japão, a Dunlop utiliza nanotecnologia para o desenvolvimento de produtos e especialmente na criação de novos

compostos químicos. Este ano foi anunciado o investimento de R$ 487 milhões na construção

primeira fábrica brasileira de pneus de carga e expansão da planta de pneus de passeio. Essa nova fábrica, além de empregar toda a tecnologia japonesa presente nas demais unidades globais da marca, ainda será a primeira do mundo a produzir pneus de carga com a tecnologia Sun System. Essa tecnologia de produção permitirá a fabricação de pneus sem emendas, o que aumenta consideravelmente a qualidade e segurança dos pneus, resultando em uma rodagem mais confortável, otimizando o tempo de resposta em manobras devido à maior uniformidade do produto. A Dunlop já possui uma completa linha de pneus para veículos pesados, composta por 10 modelos que combinam todos os diferenciais dos produtos Dunlop. Eles são: SP 391, SP 350 A, SP 122, SP 871, SP 442, SP 431 A, SP 581, SP 831, SP 580 A e SP 811.

Veja a tabela:

tabela geral

 

Confira abaixo as tabelas:

bridgestoneBRIDGESTONE

continentalCONTINENTAL

dunlopDunlop

firistoneFIRESTONE

GoodyearGOODYEAR

pirelliPIRELLI