Vitrine de soluções integradas

18/12/2017 às 2:33 - Atualizado em 18/12/2017 às 2:33

Gustavo Binardi, diretor de Eventos da Reed Exhibitions, fala da Fenatran/2017.

Revista Caminhoneiro – Como está a Fenatran/2017?

Gustavo Binardi – Vamos ter um Salão com a presença de todos os principais fabricantes de caminhões e comerciais leves: DAF, Ford, Iveco, MAN, Mercedes-Benz, Peugeot, Scania e Volvo. A edição deste ano será realizada em novo local, o São Paulo Expo, mais moderno e mais adequado para um evento desse porte. De acordo com pesquisa realizada pela Reed Exhibitions na última edição da Feira, 98% dos visitantes reconhecem o evento como o principal no setor e como a marca amplamente consolidada no mercado. Além disso, 86% acreditam que a participação na Fenatran foi importante para entender a movimentação do mercado atual.

As entidades setoriais também têm divulgado dados que indicam sinais positivos de recuperação do setor. Segundo a Anfavea, haverá um incremento na produção de veículos pesados, que inclui caminhões e ônibus, da ordem de 26%, chegando a 100 mil unidades, e um aumento de exportações de 10%. Os últimos dados divulgados pela entidade vão nessa linha. A produção de caminhões em agosto teve um aumento de 52% (7,9 mil unidades) em comparação ao período do ano passado. O mesmo aconteceu com a produção de ônibus, que aumentou 49,7% em relação ao mesmo período de 2016. Foram fabricados 2,2 mil chassis de ônibus no mês passado.

O convênio da Anfir (Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários) com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), assinado na edição de 2015 da Fenatran, também traz boas perspectivas. Esse convênio tem por objetivo incentivar as exportações da indústria produtora de implementos rodoviários por intermédio de ações estratégicas realizadas com a orientação da agência. A estimativa

da Anfir é a de exportar cerca de US$ 35 milhões para os países da América do Sul, neste ano, por conta, inclusive, de ter mais compradores estrangeiros em relação ao ano passado.

Vamos ter também a Movimat, o Salão Internacional da Logística Integrada, que acontece paralelamente à Fenatran. É o mais completo sistema integrado de marketing e vendas, voltado para toda cadeia logística da América Latina.

Caminhoneiro – Qual é a expectativa?

Binardi – São esperados para o evento mais de 60 mil visitantes, com representantes de todos os 27 estados, além de outros países, principalmente da América Latina. Na edição de 2015, recebemos mais de 50 mil visitantes.

Caminhoneiro – Ela pode ser considerada um símbolo de retomada do setor?

Binardi – Sem dúvida. Como foi dito, há claros sinais de recuperação e a Fenatran deve evidenciar essa tendência, projetando um período certamente mais próspero para os meses subsequentes ao evento.

Caminhoneiro – Qual é a expectativa em relação à nova infraestrutura?

Binardi – A moderna infraestrutura do São Paulo Expo (antigo Centro de Exposições Imigrantes) vai proporcionar mais conforto e uma experiência diferenciada para os visitantes. Totalmente climatizado, o novo pavilhão tem 100 mil m² de área total, sendo 90 mil m2 para exposição e 10 mil m2 de espaço para congressos e convenções, com 32 salas modulares (2º piso).

Entre outras facilidades está também o acesso do público ao local. As pessoas terão a comodidade de ir de metrô e descer na estação Jabaquara, que fica a 850 metros do São Paulo Expo. De lá, disponibilizaremos transporte gratuito até o pavilhão. Os ônibus começam a circular uma hora antes do horário de abertura do evento e continuam até uma hora após o término do evento. Para

quem for de carro, o estacionamento do edifício garagem tem mais 4500 vagas cobertas e 1000 vagas na área externa.

Caminhoneiro – Qual é a principal mensagem que a Fenatran passará este ano?

Binardi – A Fenatran reúne novidades em produtos, serviços e soluções para toda a cadeia de transporte rodoviário de cargas, promovendo oportunidades para você que quer ampliar seu networking e tornar a performance de sua empresa eficaz e segura.

Caminhoneiro – Como o senhor vê o segmento de caminhões?

Binardi – É um segmento estratégico para a economia do País por ser responsável por mais da metade do transporte de cargas. O transporte de produtos pelas rodovias é importante por vários fatores, entre eles por vencer a distância entre os produtos da zona rural e da zona urbana, onde mora a maioria da população. Outro ponto importante é sua contribuição para as exportações, pois são pelos caminhões que se dá boa parte do escoamento da produção agroindustrial em direção aos portos do País. Em 2013 as fabricantes instaladas no Brasil chegaram a produzir mais de 180 mil veículos, depois essa produção caiu muito e deverá cegar neste ano perto das 100 mil unidades de veículos pesados, segundo a Anfavea. Considerando as perspectivas para os próximos anos em um cenário de recuperação, o segmento de caminhões ainda tem muito a crescer.

Caminhoneiro – Quais são os principais pontos positivos desse importante evento Fenatran?

Binardi – Inicialmente, podemos destacar a exposição das principais fabricantes de caminhões, como mencionado, além de marcas importantes em implementos rodoviários como Rossetti, Librelato, Truckvan, Grupo Randon, entre outras, e de autopeças, como Thermo King, Cummins, Wabco e Alisson. O Salão deste ano também terá um ambiente especialmente planejado para encontro de negócios e relacionamento profissional, com a presença do BNDES e todos os serviços para quem precisa de financiamento. A Fenatran vai oferecer ainda conteúdos técnicos

em atividades como as Manhãs de Tecnologia SAE Brasil, que vão expor e debater a tecnologia das principais novidades que integram os novos veículos comerciais. A atividade terá palestras e debates apresentados por especialistas das principais empresas do setor.

Caminhoneiro – Quantos visitantes são esperados?

Binardi – Esperamos a presença de 60 mil visitantes

Caminhoneiro – Quais são as ações programadas para este ano?

Binardi – Além das Manhãs Tecnológicas SAE Brasil, cada expositor deverá apresentar suas novidades nos seus respectivos estandes, considerando que a Fenatran está dividida em cinco setores para facilitar a identificação e o deslocamento do visitante no pavilhão. São eles: Fabricantes de Caminhões; Implementos Rodoviários; Gestão e Rastreamento de Frotas; Autopeças e Bancos e Serviços.

Caminhoneiro – Este ano será disponibilizado test drive? Explique o motivo?

Binardi – A estratégia das fabricantes de caminhões neste ano está mais voltada aos aspectos ligados à eficiência e tecnologia, pautada em lançamentos de produtos. A experimentação na pratica, como test drives, foi substituída por uma maior área de exposição em planta a fim de acomodar mais equipamentos em demonstração e relacionamento com clientes e parceiros da cadeia produtiva.

Caminhoneiro – Envie uma mensagem para os nossos leitores (caminhoneiros e frotistas).

Binardi – Venha visitar a Fenatran 2017, pois será um Salão em que haverá a oportunidade de conhecer o que há de mais moderno e dos grandes lançamentos do setor. Estamos falando da maior e mais completa vitrine de soluções integradas para a toda cadeia do Transporte Rodoviário de Carga da América Latina